Por que investir é uma boa ideia

 

Descubra quais são as principais sugestões de profissionais para quem deseja começar a investir no mercado financeiro

Atualmente, com as novas dinâmicas do mercado e do sistema financeiro, investir é a melhor maneira de fazer seu dinheiro ser mais valorizado e trazer impactos positivos à sua vida. Quando você faz o investimento adequado à sua realidade, seu dinheiro começa a trabalhar de acordo com os seus interesses, tornando possível a realização de sonhos e projetos para o seu futuro.about:blank

Muitas pessoas temem a palavra juros, mas quando você começa a investir, essa taxa se torna sua grande aliada! Afinal, a ação dos juros permite que as suas aplicações se multipliquem com o passar dos meses.

Independentemente do seu perfil de investidor e do seu relacionamento com o seu dinheiro, há sempre uma aplicação que se encaixa com o seu perfil. Dos mais conservadores, que não gostam de correr riscos, até os que preferem os ganhos maiores, de aplicações com maiores oscilações, o mercado de valores tem alternativas para todos os investidores.

5 dicas de investimento para iniciantes

Para você que está consciente da importância de investir o seu dinheiro, separamos algumas dicas de investimento para iniciantes, para que você cuide do seu patrimônio e valorize-o da melhor forma. Veja abaixo:

  • Elimine dívidas: um primeiro passo importante para que você comece a investir, é eliminar possíveis dívidas ou pendências financeiras. Afinal, esses compromissos podem atrapalhar seu planejamento financeiro, fazendo com que você não possa cumprir com os investimentos a médio ou longo prazo.
  • Faça um planejamento financeiro: uma vez que você já se livrou de débitos e outras contas que podem prejudicar a sua saúde financeira, é muito importante que você faça um planejamento financeiro e siga-o com muita responsabilidade. Neste planejamento, que pode ser feito a partir de uma frequência semanal, mensal, trimestral ou de outra forma que faça mais sentido para o seu perfil, deve-se incluir quantias para alimentar suas aplicações, fazendo com que elas rendam ainda mais conforme o tempo vai passando.
  • Conhecer seu perfil: ao fazer o seu planejamento financeiro, você irá se deparar com seus hábitos de consumo e, assim, saber qual é a maneira que normalmente lida com o seu dinheiro. Ou seja, para você é fácil poupar? Quanto da sua renda sobra mensalmente? Você já possui um dinheiro guardado? Perguntas simples como essas já ajudam a encontrar a resposta para um questionamento essencial para os investidores: qual é o seu perfil? A partir dessa resposta, você saberá se deve criar uma carteira de investimentos baseada em aplicações mais conservadores (porém, com um rendimento menor) ou se aceita correr alguns riscos, com a possibilidade de alcançar um maior rendimento.
  • Carteira diversificada: um erro comum para quem está começando a investir é acreditar que deve concentrar todos os seus recursos em uma única aplicação. É claro, no começo parece difícil compreender todas as particularidades de cada aplicação, mas quanto mais diversificada for a sua cartela, mais segurança você poderá ter. Além disso, ao diversificar seus investimentos, você poderá surfar boas ondas no mercado financeiro através de diferentes aplicações, aproveitando os benefícios das oscilações nas mais variadas possibilidades.
  • Conte com a ajuda de profissionais experientes: se você ainda tem algum receio ou insegurança, não hesite em procurar a ajuda de profissionais experientes que poderão explicar e indicar as melhores opções de acordo com o seu perfil. Contar com as dicas de investimento para iniciantes dadas por quem já possui uma vivência no mercado financeiro, poderá trazer mais segurança aos seus investimentos, além de abrir seus olhos para possibilidades que você desconhece ou não imaginaria ser possível.